Casamento | Como Vão Os Preparativos? Ponto De Situação

sexta-feira, setembro 07, 2018

Casamento

1 ano depois do pedido de casamento é hora de fazer um ponto de situação e definir metas.

Para quem segue há pouco tempo, como tudo começou?

Há um ano, em agosto, começámos inesperadamente os preparativos para o nosso casamento. Já andávamos a falar de casar desde abril e já tínhamos escolhido a data, mas estávamos à espera do pedido de casamento oficial para começarmos os preparativos, até que... 

Descobrimos sem querer que as quintas estavam com poucas vagas para 2019. Na altura nem quis acreditar... 2 anos antes e já quase não havia vagas? My god!

Lembro-me na altura do Pedro me dizer para ligar para aquela que era a quinta que tínhamos idealizado e questionar sobre a disponibilidade da data e eu achei uma tontice. Ya, ligar para uma quinta 2 anos antes de casar e ainda nem tinha sido pedida em casamento... Achava que ia parecer demasiado desesperada e não liguei. 

Até ao dia que percebemos que as quintas na zona (e ainda são muitas) estavam com poucas vagas para 2019.

Casamento

Já tínhamos decidido uma data, pesquisámos quintas e selecionámos as 3 que mais nos agradavam. E eis-nos em agosto de 2017 a tentar reservar uma quinta para setembro de 2019. 

A primeira quinta, aquela que nós idealizávamos, já não tinha vagas para setembro de 2019, "só se alguém desistisse" (CREDO!). A segunda quinta era demasiado antiquada, vigas em madeira, tetos pintados, quadros velhos... NOT.


À terceira foi de vez...

A terceira quinta, curiosamente, era a quinta onde muita gente da minha família já se casou e onde eu achava que gostava de casar também... A quinta havia sido remodelada há pouco tempo e até 2019 ainda ia sofrer algumas alterações (que apreciámos bastante). O preço era simpático, o espaço para casar no civil muito bonito, a alternativa caso chova fantástica, incluía animação infantil, bolo, fogo de artifício, bar aberto.... TUDO!

Casamento

O único problema desta quinta é que já não tinha a data que queríamos, um dia ímpar bem como eu gostava, no entanto todos os pontos positivos fizeram-nos ter a certeza que era ali que queríamos casar e decidimos por isso alterar a data do casamento (para um dia par, felizmente já mudei a minha opinião face aos números ímpares ahah). 

E de um momento para o outro percebemos que tínhamos de reservar os principais serviços, pois as disponibilidades esgotam num instante (outra aventura). Também já não conseguimos o serviço de animação que queríamos, mas ainda bem... Porque escolhemos outra empresa BRUTAL! 

Neste momento já temos definido: quinta, fotógrafo, maquilhadora, cabeleireira, animação, animação infantil, bolo, fogo de artifício, decoração, flores e local da cerimónia.

Casamento

O pedido de casamento aconteceu finalmente e ficámos contentes por termos 2 anos até ao casamento, pois assim podíamos organizar tudo com bastante calma, pensar em 1001 pormenores e delinear bem o que pretendemos para este dia que vai ser tão especial nas nossas vidas.


Um ano depois...

Não, não organizámos quase nada... Para além das reservas dos principais serviços, da definição do tema, da compra das lembranças, do convite a algumas das damas de honor e dos "Save The Dates" (que ainda não enviámos), temos apenas comprados alguns materiais que vamos necessitar para alguns DIY, não fizemos nada... 

Parece sempre que falta imenso tempo, que temos imenso tempo e vai-se a ver já passou um ano.

Casamento

Ok, agora talvez tenhamos de meter mãos à obra e começar oficialmente a preparar o casamento porque, como deu para perceber, um ano passa a correr e as coisas têm de ser feitas. 

É importante que este mês de setembro (a faltar exatamente um ano) consigamos definir tudo para a partir do mês de outubro começarmos a tratar de tudo com alguma calma e tranquilidade.

Casamento

Em setembro, para além de definirmos tudo, temos de enviar os "Save The Date" (que são basicamente um convite não oficial que vamos enviar à família que temos no estrangeiro, para que seja possível pedirem férias na altura). 

Em outubro vamos construir o nosso convite oficial que, apesar de não podermos imprimir (porque falta-nos a hora do casamento pelo civil que só conseguimos saber com 6 meses de antecedência), já fica feito.

Depois até dezembro queremos definir a lista final dos convidados e fazer um plano de mesas (só para percebermos quem na eventualidade vai sentar com quem), preparar os DIY's que queremos fazer, fazer uma sessão de fotos importante para um detalhe do casamento, convidar oficialmente os padrinhos, decidir o porta alianças, decidir itens de decoração e tratar dos sapatos.

Casamento

No início de 2019 pretendo ver vestidos (este será o único pormenor que as minhas damas de honor não terão acesso), reunir com alguns fornecedores, decidir ementa, decidir pormenores do bolo (sabores e aspeto), tratar de pormenores das damas de honor, decidir que tipo de ramo gosto e pedir orçamentos, ver fatos para o noivo, decidir decoração da sala e flores para decoração, entre outras coisas que apareçam e tenham de ser feitas.

A entrega dos convites estamos a programar para maio, 4 meses antes do casamento, para dar tempo de entregarmos a todos com calma e sem stress (como já vi muita gente a fazer) e para podermos passar um bocadinho com todos, afinal entregar um convite não é entregar uma carta na caixa do correio. E 4 meses parece-nos o tempo ideal para que as pessoas estejam a contar e possam confirmar.

Casamento

Acho que ainda não me caiu a ficha de que para o ano vou casar... Quando penso nisso parece-me tudo meio que irreal (noivas desse lado, é normal?), parece algo bem longínquo... Não me imagino vestida de noiva, não imagino como é lidar com todos os convidados (são tantos!), a ter de tirar mil e uma fotografias e a cumprir protocolo. 

Lá está, parece super estranho. Parece algo ali bem da idade adulto, basicamente parece que o casamento é o marco para a adultez, para o ter filhos, para uma nova vida.

Uffffa, que isto de preparar um casamento não é coisa que se faça em dois dias e dá trabalho. Pelo que tenho lido por aí é um trabalho que compensa muito no dia... :) E por aí, alguém a preparar o casamento? Faltam-me coisas? Dicas? Contem-me tudo.

You Might Also Like

8 comentários

  1. Não sou casada e como tal não tenho qualquer experiência no assunto, mas dos casamentos que tenho acompanhado todos afirmam que dá muito trabalho mas que vale a ena pelo dia magnífico que passam.
    E acho que no final é isso mesmo que interessa. Ter um dia feliz!
    https://jusajublog.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Também ando a preparar o meu, com pouco mais de um ano e sim dá trabalhinho! :D

    ResponderEliminar
  3. Organizar um casamento não é nada fácil, mas espero que o teu corra bastante bem e claro que seja como desejas
    Beijinhos
    Novo post // CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  4. Eu estou a preparar o meu e vai ser no mesmo mês e ano que o teu.
    Tal como vocês já desde o ano passado que sabíamos que íamos casar em 2019, fiquei chocada com tanta quinta e fotografo esgotado para 2019 e 2020! Então começámos a reservar o principal: fotografo + quinta + DJ+ animação. Esperei pelo pedido, avancei mais um bocadinho. Neste momento já tenho além do mencionado: cabeleireira, maquilhagem, vestido de noiva, saiote, sapatos, Save the Date (em fase de entrega), convites dos padrinhos, damas de honor e menina das alianças (em processo), materiais para DIY e muiiiiitos albuns de inspirações guardados no Pinterest! Cada vez tenho mais a certeza que fizemos a escolha acertada em termos um longo noivado, assim tomamos decisões mais ponderadas e com mais leveza. Nem acredito que de hoje a 1 ano estou casada!
    Bons preparativos! Beijinhos*

    ResponderEliminar
  5. Ai gostei imenso de ler as tuas palavras :) Saltando para o último ponto, não penses muito no próprio dia do casamento (sei que é difícil eheheh), pois tudo irá correr bem diferente do que pensares (pelo menos comigo foi assim e ainda bem, pois foi muito melhor do que alguma vez podia ter imaginado!). No dia simplesmente deixei tudo fluir. É tão melhor, porque é impossível, no meu caso, controlar 250 convidados. Tudo corre bem quando temos connosco as pessoas que mais gostamos, a verdadeira família :) Beijinhos e boa sorte :)

    ResponderEliminar
  6. Se quiseres ajuda em alguma coisa diz me! Sou boa nos DIY e se quiseres algo das bandas do outro lado do oceano diz me! 😀

    ResponderEliminar
  7. O mais importante é que no dia te divirtas e não que cumpras protocolos. É o vosso dia e podem fazer o que quiserem. Mas sim é melhor pores "as mãos na massa".

    Beijinhos,
    Yellow Rain

    ResponderEliminar
  8. Passa a correr, é um facto, mas com mais tempo, há mais tempo para pensarmos em mais e mais coisas. Nós já achamos ter tempo a mais, se calhar... Assim dá mais tempo para ânsias mais próximo da data. Reservámos ainda somente a quinta, escolhemos quem leva as alianças, metade dos padrinhos já foram convidados e planeamos entregar os convites com mais antecedência.
    Somos noivos e todos somos diferentes. O que deves reter é que cada um deve escolher o que quer, como quer. Seguir os protocolos não é o importante. O importante é que seja um dos dias mais importantes das vossas vidas! Há-de ser com certeza!

    ResponderEliminar