Supernanny | Programa Polémico! Como Olho Para Isto?

terça-feira, janeiro 16, 2018

Supernanny

Supernanny estreou no domingo e causou o maior alvoroço nas redes sociais! Querem saber a minha opinião?


Relembro que isto é um post opinião e, como tal, todas as opiniões devem ser respeitadas. Tive oportunidade de trocar ideias com várias pessoas sobre o programa e sempre numa visão de ser contrutivo, não de "a minha ideia é melhor do que a tua", por isso apelo a que todos tenhamos bom senso e que acrescentemos opiniões construtivas a este post.

Não vi o programa "em direto", nem fazia ideia do que era nem que ia dar, mas rapidamente fiquei a conhecer o "Supernanny" pelas notícias que saíram no dia seguinte à sua exibição.

A primeira notícia que li tinha como título "Portugueses revoltados com o reality show Supernanny" e confesso que fiquei logo com a pulga atrás da orelha.

Percebi rapidamente que era um programa que envolvia crianças e alguém (externo) que ajudava os pais na sua educação.
Deixo-vos um dos anúncios do programa...

Em primeiro lugar penso que é importante que cada um de nós, os que emitimos opinião, veja o programa e reflita. Isto é fundamental.

Mas afinal como vês o programa?
Para quem não sabe, sou pedagoga/educóloga e como tal consigo ter uma visão mais profissional da coisa, e não vi assim nada de escandaloso que leve a títulos como "Portugueses Revoltados".

O programa aborda concretamente aquilo que se passa hoje em dia com as crianças que muitos apelidam de "diferentes do antigamente".
Para mim o que vimos no primeiro programa é uma brincadeira ao lado da realidade. Há miúdos 300 vezes piores do aquela menina, há crianças que batem forte e feio nos pais, há pais totalmente submissos aos filhos.

Supernanny

O programa mostra uma criança, claramente mal educada (como a própria mãe e avó confirmam), uma mãe que não tem mão na filha e uma avó que acha que é a fazer as vontades que conquista a neta.

Concordamos ou não que o único problema da criança era a mãe? A educação que ela não lhe conseguia dar? A atitude que não tinha?
Nos dias que correm, muitos pais dizem que dão aos filhos "aquilo que nunca tiveram" e, na minha ótica, isto é o principal motivo para termos crianças "diferentes do antigamente", como gostam de apelidar as novas gerações.

Supernanny
Em quanto tempo conseguiu a Supernanny ajudar aquela família?
Esta é a única pergunta que me faço... Se aquela criança tinha de facto todos aqueles maus hábitos e toda aquela falta de regras, não deverá ter sido tarefa fácil como o programa fez parecer.
Se estão numa situação semelhante e pensam que vai ser fácil, não vai. É uma luta dura (como puderam ver pela mãe a chorar) e em que tem de prevalecer a vossa postura.

Supernanny
Um dos instrumentos pedo-pedagógicos utilizados pela "Supernanny".

Uma criança deve ser educada desde cedo, o mais cedo possível. É importante criar hábitos, criar rotinas e regras e é isso que o programa quer transparecer.

Infelizmente o programa mostra uma "dura realidade" e dá aos pais e educadores algumas ferramentas úteis e que os poderão ajudar bastante.

Se realmente a "Supernanny" ajudou esta família, o futuro será muito mais brilhante e os "problemas" da exposição da criança serão menores do que um futuro problemático (como poderia vir a acontecer).

Supernanny
Vi muitos comentários sobre a exposição das crianças e o quão prejudicial podia ser o programa nas suas vidas, mas temos de analisar aqui alguns pontos:
- Será que as pessoas que rodeiam a criança não assistiram já a uma "birra de todo o tamanho"?
- Será que as pessoas que rodeiam a criança já não a viram a "bater" na mãe ou noutras pessoas?
- Será que esta criança na escola nunca ficou de castigo?

Eu percebo quando me dizem que o programa usa as famílias, juro que percebo, mas acho que é com o choque que podemos chegar a algum lado, acho que "à semelhança dos outros 22 países onde o programa foi produzido", também em Portugal será um sucesso.

Se realmente esta criança foi ajudada (como o programa mostra), não me parece que o programa vá gerar efeitos nefastos na vida dela a longo prazo, irá por sua vez contribuir certamente para uma melhor educação, socialização e competências enquanto pessoa. 

Supernanny

Como educadores ou futuros educadores, vamos pensar mais no mimo q.b., em deixar de lado o "dar ao meu filho aquilo que nunca tive" e sobretudo desculpar as situações com o "é normal, as crianças hoje em dia são diferentes do antigamente".

Escusado será dizer que no geral gostei bastante do programa.



Quem viu o programa? Qual a vossa opinião sobre a "Supernanny"? Vamos lá trocar ideias de forma construtiva.


You Might Also Like

18 comentários

  1. Confesso que me é dificil tecer uma opinião porque não vi o programa mas vi tantos comentários de revolta que pensei... será que é preciso isto tudo? No entato, não posso adiantar muito mais porque não vi.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ritinha :) Eu também vi imensos comentários negativos e pensei que a coisa ia descambar, mas curiosamente gostei do programa.
      Vê o episódio e tira as tuas próprias conclusões :)
      Beijinho

      Eliminar
  2. Já tinha ouvido falar do programa , mas confesso que não vi , mas gostei bastante da tua opinião mas vou tentar para passar para assistir
    Beijinhos
    Novo post ( Unha Decorada ) // CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Força :) Assiste e tira as tuas próprias conclusões. Não te deixes levar em sensacionalismos.
      Beijinho*

      Eliminar
  3. Acho que um dos problemas é dos pais. Esses tais que dão aquilo que nunca tiveram. Os meus pais fizeram o mesmo comigo e não foi por isso que fui uma criança mal educada. Tinha as coisas quando merecia. O meu castigo não era um castigo mas sim pancada. E não é necessário pancada. Também tenho a certeza que muitas vezes os filhos são os espelhos dos pais em crianças. Beijinhos

    www.carolinafranco.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carolina :) O problema é que para muitos pais, dar o que nunca tiveram não é dar com regra nem quando os filhos merecem... Confunde-se muito isso.
      O problema é que dão porque sim, porque os filhos estão a fazer uma mega birra e não estão para se chatear.
      Beijinho

      Eliminar
  4. Não vi programa mas concordo com todos os pontos agora ha muita proteção tudo traumatiza e já nem se educa normalmente, se a criança e a mãe foram ajudadas isso deveria ser o mais importante na minha opinião claro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo o teu comentário na íntegra :)
      Beijinho*

      Eliminar
  5. Hey, já não comentava nada aqui há uns tempos!
    Eu não vi a estreia do programa, mas espero ver antes que a semana acabe!
    Já tinha lido uns comentários e fiquei um pouco “chocado” porque as pessoas não têm noção do que dizem, acho que uma educação mais rigorosa a algumas crianças (as do programa, por exemplo) não lhes faria mal nenhum!
    Beijinhos grande :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alô :) Bem aparecido sejas.
      Convido-te a ver o programa e a tirares as tuas próprias conclusões (até podem ser diferentes das minhas).
      Sem dúvida que é necessário "educação", mais ou menos rigorosa, é precisa.
      Beijinho*

      Eliminar
  6. Olá :) Concordo plenamente com a tua opinião. O que não percebo é, se o programa já foi feito em tantos países (eu vi o francês) e nunca houve alarido, porque é que em Portugal gera logo polémica? Li várias justificações do tipo, ah mas a criança na escola poderá vir a sofrer por ter aparecido no programa, estão a expor a vida da criança e nem sabem se ela concorda, ou ela só fez o que lhe mandavam. Sinceramente acho uma tontice ter que haver um programa de televisão para educar as crianças, ou melhor educar os pais, pois se as crianças são assim é por culpa dos pais. Quanto ao alarido que anda por aí, o que eu acho é que as pessoas sentem-se desconfortáveis por aparecer estas realidades na televisão, as pessoas gostam de florir tudo, até a má educação das crianças. Mas é só a minha opinião. Beijinho grande :)*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :)
      Em Portugal gera polémica porque as pessoas gostam de "meter o lixo debaixo do tapete", gostam de esconder ou fazer de conta que não existe tal realidade. Mas ela existe e está bastante presente.
      O que acho mais surreal nisto tudo é só uma coisa: as CPCJ's deste país deixam que miúdos sinalizados sejam violados, sejam vítimas de maus tratos e tudo mais, tu fazes uma denúncia e demoram imenso tempo a regair e andam a preocupar-se com uma coisa sem jeito nenhum!
      O mais engraçado? Os falsos moralistas das redes sociais, aqueles que falam da exposição da criança, são aqueles em que abrimos o perfil e têm fotos com crianças. LOL
      Beijinho

      Eliminar
  7. Achei o programa interessante!! Não penso que seja possível ser assim a 100% na realidade, mas a ver estas dinâmicas conseguimos sempre retirar alguma coisa!!

    Novo post: http://abpmartinsdreamwithme.blogspot.pt/2018/01/ootd-61-somewhere-around-snow-town.html

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando dizes que pensas que a realidade não é 100% assim queres dizer o quê?
      Beijinho :=)

      Eliminar
  8. Não vi mas não condeno quem se inscreveu porque deve estar perdido sem saber como lidar com os filhos.
    Agora o problema é que a miuda agora se queixa de bulling e é chato e pode levar a mais problemas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E será que essa criança já não era vítima de bullying? Pois.
      Não me acredito que uma miúda mal educada deste tipo não fosse já vítima de gozo dos colegas.
      Parece-me a mim...

      Eliminar
    2. És capaz de ter razão... não condeno o programa que até vi muitas vezes o Ingês mas também não vi a versão portuguesa por isso não consigo opinar com conhecimento de facto...
      Eu acho que se era educativo e uma mais valia devia continuar e a CPCJ também deve ter casos mais graves a tratar que estas crianças não eram mal tratadas.
      Como vi num post do face e subscrevo: filmar e por na net tudo bem mas na TV é que é grave. E que o sistema judicial e de protecção de menores não devia era libertar pedófilos e afins e requerer justiça mais rápida em situações dessas que esta é uma coisa mínima, se é que é coisa alguma...

      Eliminar
    3. É exatamente aí que queria chegar... É tudo muito grave porque dá na TV, se for para o facebook já é tudo mega tranquilo.

      Eliminar