Paris | Como É Que 2 Semanas Passaram A Voar?

quarta-feira, janeiro 03, 2018


Contei os dias que faltavam para vir para Paris desde que faltavam mais de 100 dias... Agora passou a voar!

Sou a única a ter sempre esta sensação?
Duas semanas antes de vir, parecia que os dias, as horas, não passavam... Olhava vezes e vezes sem conta para a APP da EasyJet e parecia que o tempo não mexia.

Quando cheguei, lembrava-me todos os dias que já tinha passado mais um dia. É inevitável para pessoas como eu que sofrem por antecipação.

Hoje é o dia que deixo novamente a minha segunda casa e volto para a outra casa. E custa sempre... Por mais que uma pessoa já "se tenha habituado", como costumam dizer.

Paris

Este ano não tivemos sorte com o tempo... Choveu todos os dias (à exceção de 1) e não conseguimos aproveitar para passear como pretendíamos. 

Ainda tentámos num dos dias, mas apanhámos uma molha gigantesca (como podem ver no VLOG que saiu ontem no canal).

Não estive propriamente de férias pelo que também não foi fácil "escolher os dias que choveu menos". Mas o facto de ter estado por casa, de ter estado com a família, também me permitiu descansar, e bem que precisava).

Esperamos voltar ainda este ano, durante o verão, com bom tempo, para podermos passear e também resolver algumas questões sobre o casamento.


Por agora, despedimo-nos de Paris com o coração bem apertado por tudo o que cá deixamos. Que seja breve... Como reagem vocês às despedidas?


You Might Also Like

12 comentários

  1. Despedir-me de Paris custa-me horrores porque para trás deixo também a família e não é nada fácil. Tenho pena que não tenham conseguido passear muito mas só o estar com a família e descansar... vale ouro! Beijinho *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Custa sempre, e quem diz que com o tempo uma pessoa se habitua, não sabe o que diz... Isto digo eu.
      Um beijinho minha querida :)

      Eliminar
  2. Despedidas são sempre complicadas, principalmente quando tem família envolvida. Por mais que uma pessoa esteja habituada, custa sempre. O que interessa é levares contigo o que viveste aí, os bons momentos passados aí. Realmente, o mau tempo não ajudou muito para ires passear, mas não hão-de faltar oportunidades, certo? ;)

    Beijinhos,
    Ricardo, O Pinguim Sem Asas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Custa sempre e cada vez mais... Ao contrário do que dizem, não deixa de custar tanto... Parece que custa é ainda mais. E uma pessoa engole as lágrimas em seco.
      Beijinho*

      Eliminar
  3. É sempre bom estar com a família.
    Um beijinho grande*
    Vinte e Muitos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sempre bom, é verdade, mas custa tanto estas despedidas :(
      Beijinho*

      Eliminar
  4. Que azar! Fui umas semanas antes e apesar de estar um frio de morte (até nevou!) nunca apanhamos chuva. As despedidas são difíceis mas hoje em dia é sempre fácil voltar :)

    Yellow Rain

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opá há dois anos apanhei -7º, estava frio mas ao menos visitei tudo, até a Disney :p
      Agora com chuva torrencial e ventos fortíssimos, não. O problema é que isto tudo atrasou o meu voo horas e ainda estou no aeroporto.
      Beijinho

      Eliminar
  5. As despedidas custam sempre, mas temos que pensar positivo: vamos voltar e isso é o mais importante! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas custa ter duas casas, dois sítios com família, estar longe de todos :(
      Beijinho

      Eliminar